SEFAZ RS – parcelamento de ICMS relativo ao período da Covid-19

Receita Estadual publica norma que dispensa a apresentação de Garantias para obtenção de Parcelamento.

A Receita Estadual do Estado do Rio Grande do Sul publicou a INSTRUÇÃO NORMATIVA 077/2020 que prevê o acesso facilitado para que os contribuintes com débitos de ICMS referente ao período entre abril e setembro de 2020 possam regularizar a situação perante o fisco.

A normativa permite o parcelamento em até 60 meses dos valores declarados em GIAs e não pagos referentes ao período de abril a setembro de 2020 sem necessidade de apresentação de garantias.

O pedido de parcelamento deve ser realizados de maneira virtual, no site da Receita Estadual, a partir do dia 13 de outubro de 2020 e o pagamento da parcela inicial deverá ser realizado até o dia 30 de novembro

Os contribuintes ainda aguardam a mobilização do Fisco Estadual para normatizar espécie de Parcelamento Extraordinário, com descontos de multas e juros, pois considera-se que o inadimplemento que ocorreu no período não foi por desídia mas sim por ausência de capacidade contributiva.

Reproduz-se abaixo a IN 077/20:

“O Subsecretário da Receita Estadual, no uso de atribuição que lhe confere o artigo 6º , VI, da Lei Complementar nº 13.452 , de 26.04.2010, introduz alteração na Instrução Normativa RE nº 077/2020 , de 01.10.2020 (DOE 05.10.2020, 1ª edição), conforme segue:

1. Na IN RE nº 077/2020 , o número 1 passa a vigorar com a seguinte redação:

“1. No Capítulo XIII do Título III da IN DRP nº 45/1998 , fica acrescentado o subitem 1.1.10, conforme segue:

“1.1.10 – Os contribuintes ficam dispensados das garantias e da entrada mínima previstas no item 1.1, na hipótese de pedido de parcelamento em até 60 (sessenta) meses, incluída a prestação inicial, de créditos tributários provenientes do ICMS, declarados em GIA, GIA-ST ou DeSTDA, vencidos no período de 01.04.2020 a 30.09.2020, desde que o pagamento da prestação inicial seja realizado entre 13.10.2020 e 30.11.2020.””

2. Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.

RICARDO NEVES PEREIRA,

Subsecretário da Receita Estadual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s